Comentário da Lição da Escola Sabatina Ligado na Videira – Lição 1 – O Espírito e a Palavra

Comentário da Lição da Escola Sabatina Ligado na Videira – Lição 1 – O Espírito e a Palavra

Nosso Senhor Espírito Santo tem trabalhado até agora em favor da nossa redenção. Esteve na criação, viu a queda de nossos primeiros pais, e nunca recolheu a Sua mão, nunca nos deixou como brinquedo nas mãos do inimigo. Sua obra sempre foi e sempre será nos atrair para os benefícios da cruz do Calvário. Tais benefícios nos são “clareados” por Ele. E, nesse sentido, para esta primeira semana do trimestre, veremos uma de Suas obras magníficas: a Bíblia.

“A Bíblia é o guia, e deve ser examinada diligentemente – não como leríamos um livro entre muitos outros. Ela deve ser para nós o Livro que satisfaz as necessidades da vida. Esse Livro tornará o homem, que o estuda e lhe obedece, sábio para a salvação. Como o alimento só pode nutrir o corpo se for comido e digerido, assim a Palavra do Deus vivo só é proveitosa para a pessoa se for recebida como o mestre em assuntos educacionais mais elevados, por estar acima de todas as produções humanas; e somente se os seus princípios forem obedecidos porque ela é a sabedoria de Deus” (Este Dia Com Deus, pág. 125).

Para a Lição de domingo, lembremos do seguinte: não temos a Bíblia por vontade humana; ela não foi escrita porque algum homem “inventou” isso; seus temas não são fruto de pesquisa de uma mente humana elevada. Não! Nós a temos em nossas mãos porque Deus achou por bem fazer tais revelações. Ele achou por bem nos revelar assuntos que, não fosse assim, jamais saberíamos.

Portanto, ao estudar a Bíblia, devemos considerar que estamos em contato com uma revelação vinda da vontade e da parte de Deus, o Espírito Santo.

Na segunda, vemos que Deus inspirou homens a escreverem o que Ele revelava. Mas para que ninguém confunda “inspirar” com “ditar”, transcrevemos uma belíssima explicação do Espírito de Profecia:

“A Bíblia foi escrita por homens inspirados, mas não é a maneira de pensar e exprimir-se de Deus. Esta é da humanidade. Deus, como escritor, não Se acha representado. Os homens dirão muitas vezes que tal expressão não é própria de Deus. Ele, porém, não Se pôs à prova na Bíblia em palavras, em lógica, em retórica. Os escritores da Bíblia foram os instrumentos de Deus, não Sua pena. Olhai os diversos escritores.

Não são as palavras da Bíblia que são inspiradas, mas os homens é que o foram. A inspiração não atua nas palavras do homem ou em suas expressões, mas no próprio homem que, sob a influência do Espírito Santo, é possuído de pensamentos. As palavras, porém, recebem o cunho da mente individual. A mente divina é difusa. A mente divina, bem como Sua vontade, é combinada com a mente e a vontade humanas; assim as declarações do homem são a Palavra de Deus” (Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 21).

Na terça, vemos que o Espírito Santo agiu nas etapas seguintes da Bíblia. Inspirou homens a escreverem o que lhes revelava, e cuidou para a veracidade dos escritos.

Nunca foram achados os escritos “originais” dos profetas. Cópias e mais cópias foram feitas. Inclusive, cópias de cópias. Além disso, a questão das traduções e versões. Mas – isso é muito importante – Deus não nos deixará confusos quanto a possíveis faltas de compreensão; jamais alguém poderá dizer que não está salvo por culpa da Bíblia.

Escreveu Ellen White: “Alguns nos olham seriamente e dizem: ‘Não acha que deve ter havido algum erro nos copistas ou da parte dos tradutores?’ Tudo isso é provável, e a mente que for tão estreita que hesite e tropece nessa possibilidade ou probabilidade, estaria igualmente pronta a tropeçar nos mistérios da Palavra Inspirada, porque sua mente fraca não pode ver através dos desígnios de Deus. Sim, com a mesma facilidade tropeçariam em fatos simples que a mente comum aceita e em que discerne o Divino, e para quem as declarações de Deus são simples e belas, cheias de essência e riqueza. Mesmo todos os erros não causarão dificuldade a uma alma, nem farão tropeçar os pés de alguém que não fabrique dificuldades da mais simples verdade revelada. […] Tomo a Bíblia tal como ela é, como a Palavra Inspirada. Creio nas declarações de uma Bíblia inteira” (Mensagens Escolhidas, vol. 1, págs. 16 e 17).

“As muitas opiniões contraditórias que surgem com referência ao que a Bíblia ensina não têm sua origem na obscuridade do Livro em si mesmo, mas na cegueira e preconceito da parte dos interpretadores. Os homens deixam de lado as claras afirmações da Bíblia para seguirem seu próprio juízo pervertido” (Conselhos Sobre a Escola Sabatina, págs. 23 e 24).

“Dizemos a toda alma: Estudai vossa Bíblia como jamais o fizestes no passado” (Este Dia Com Deus, pág. 54).

Para quarta-feira, vemos a espetacular obra do Senhor Espírito Santo como Professor. Além de Revelador, de Comunicador, Ele Se posiciona como nosso Instrutor. É Ele quem nos ensina a respeito do que está escrito. É Ele quem nos ensina a respeito do pecado e da salvação.

Sendo assim, cada vez que a Bíblia estiver em nossas mãos, que o Professor seja convidado a estar conosco. Que Ele seja chamado a nos ensinar.

Na quinta, um cuidado é recomendado: o Espírito Santo “sempre” concederá luz para a compreensão e observância do que Ele mesmo revelou nas Escrituras Sagradas. Essa história de “revelação” para coisas que fazem a igreja agir de forma diferente do que está escrito é fruto da obra do engano. Porque estamos dentro do grande conflito entre Cristo e Satanás, devemos lembrar que, enquanto Deus age para o bem, o inimigo age para o mal. Disso, a confusão sobre “revelações especiais”.

É verdade que o Espírito Santo Se manifesta – mas sempre o faz em conformidade com o que está escrito na Palavra.

“Por intermédio das Escrituras o Espírito Santo fala à mente, e grava a verdade no coração. Assim expõe o erro, expelindo-o da alma. É pelo Espírito de verdade, operando pela Palavra de Deus, que Cristo submete a Si Seu povo escolhido” (Maravilhosa Graça de Deus, pág. 197).

“O Espírito não foi dado – nem nunca o poderia ser – a fim de sobrepor-Se à Escritura; pois esta explicitamente declara ser ela mesma a norma pela qual todo ensino e experiência devem ser aferidos” (Exaltai-O, pág. 119).

Bem, irmãos, concluímos o comentário na certeza de que a nossa semana será ótima. Temos o conhecimento de que o Espírito Santo age em nosso favor. Sabemos de Seu amável interesse em compartilhar conosco a Sua preciosa mensagem. Temos a Bíblia. Irmãos, temos a Bíblia!

Registro aqui o que está escrito no livro Caminho a Cristo:

“Nada há mais apropriado para fortalecer o intelecto do que o estudo das Escrituras. Nenhum outro livro é tão poderoso para elevar os pensamentos, para dar vigor às faculdades, como as amplas e enobrecedoras verdades da Bíblia. Se a Palavra de Deus fosse estudada como devera ser, os homens teriam uma largueza de espírito, uma nobreza de caráter e firmeza de propósito que raro se veem nesses tempos. […]

Nunca deve a Bíblia ser estudada sem oração. Antes de abrir suas páginas, devemos pedir a iluminação do Espírito Santo, e ser-nos-á dada” (Caminho a Cristo, págs. 90 e 91).

Lembrem-se de ler a Meditação Matinal de hoje – basta clicar aqui.

Boa semana!

Lição da Escola Sabatina 2017 – Comentário feito por Carlos Bitencourt

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em a lição da semana, Comentário da Lição da Escola Sabatina, Ligado na Videira e marcado , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Comentário da Lição da Escola Sabatina Ligado na Videira – Lição 1 – O Espírito e a Palavra

  1. Jose Carlos disse:

    Parabéns pela dedicação dos responsáveis pela pagina

  2. Ademir martins disse:

    Muito bom o comentário

  3. melmelly2015 disse:

    Como sempre um ótimo acompanhamento da lição. Que a presença do Santo Espírito nos ilumine mais e mais. Deus lhe abençoe 😊

  4. Simone Souza disse:

    Que Deus o conduza sempre em sabedoria para nos ajudar sempre com este suporte essencial para uma melhor compreensão da Palavra de Deus.
    Gostei do retorno! Continue!

  5. Geraldo Aparecido disse:

    Obrigado

  6. Pingback: Comentários da Lição 2 (1o Trim/2017) por Ligado na Videira ‹ Igreja do IASP

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s