José

Meditação Matinal de Ellen White – E Recebereis Poder, 1999.

4 de setembro – Pág. 256 – José

Deus me enviou adiante de vós, para conservar vossa sucessão na Terra e para vos preservar a vida por um grande livramento. Assim, não fostes vós que me enviastes para cá, e sim Deus, que me pôs por pai de Faraó, e senhor de toda a sua casa, e como governador de toda a terra do Egito. Gênesis 45:7 e 8.

O desígnio de Deus era que por intermédio de José a religião bíblica fosse introduzida entre os egípcios. Esta fiel testemunha devia representar a Cristo na corte dos reis. Por meio de sonhos, Deus Se comunicou com José em sua juventude, dando-lhe uma indicação da elevada posição que ele seria convidado a ocupar. Os irmãos de José, para impedir o cumprimento de seus sonhos, venderam-no como escravo, mas o seu ato de crueldade resultou na execução daquilo mesmo que os sonhos haviam predito.

Aqueles que procuram frustrar o propósito de Deus e opor-se a Sua vontade podem parecer prosperar durante algum tempo; mas Deus está a postos para cumprir Seus próprios desígnios, e Ele manifestará quem é o governante dos Céus e da Terra.

José considerou o ser vendido para o Egito como a maior calamidade que lhe poderia haver sobrevindo; viu, porém, a necessidade de confiar em Deus como nunca o fizera quando protegido pelo amor de seu pai. José levou Deus consigo para o Egito, e isto se tornou patente pela sua atitude animosa em meio da aflição. Como a arca de Deus trouxe descanso e prosperidade a Israel, assim esse jovem amante de Deus e a Ele temente levou uma bênção ao Egito. Isto se manifestou de maneira tão assinalada, que Potifar, em cuja casa ele servia, atribuiu todas as bênçãos que fruía ao escravo que comprara, e dele fez mais um filho que um servo. O propósito de Deus é que aqueles que amam e honram o Seu nome também sejam honrados, e que a glória dada a Deus por seu intermédio seja refletida sobre eles mesmos.

O caráter de José não se modificou quando ele foi elevado a uma posição de confiança. Foi conduzido aonde sua virtude brilharia de maneira distinta, em boas obras. A bênção de Deus repousou sobre ele na casa e no campo. Todas as responsabilidades da casa de Potifar foram colocadas sobre ele. E em tudo isso José manifestou firme integridade; pois amava e temia a Deus. The Youth’s Instructor, 11 de março de 1897.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1999 - E Recebereis Poder, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s