Os Resultados de Endurecer o Coração

Meditação Matinal de Ellen White – Cristo Triunfante, 2002.

6 de abril – Pág. 103 – Os Resultados de Endurecer o Coração

Porque o Senhor endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse os filhos de Israel. Êxodo 14:8.

Quando a luz de Deus, forte e convincente, veio para tornar conhecido o grande EU SOU, Faraó foi compelido a ceder. Mas tão logo foi removida a pressão, sua descrença retornou e se contrapôs à grande luz que Deus havia dado. Quando ele rejeitou as evidências do primeiro milagre, semeou a semente da infidelidade, a qual, deixada ao seu curso natural, produziu uma colheita segundo sua própria espécie. Depois daquilo, o rei não se deixaria convencer por nenhuma atuação do poder divino. O monarca endureceu o coração e foi de um passo ao outro na descrença, até que através de todo o vasto domínio do Egito fosse morto o primogênito, o orgulho de todo lar. Depois disso, apressou-se com o exército após Israel. Procurava trazer de volta um povo libertado pelo braço da Onipotência. Mas estava lutando contra um Poder maior que qualquer poder humano, e com seu exército pereceu nas águas do Mar Vermelho.

Os que desprezam a lei de Deus estão praticando o mesmo pecado que Faraó praticou. Estão endurecendo o coração. A voz de Deus é rejeitada em troca de teorias humanas, de satânicas sugestões e ilusões. O Espírito Santo é repelido e afastado. As iniquidades dos pais são visitadas nos filhos. …

O Espírito de Deus conserva o mal sob o controle da consciência. Quando as pessoas se exaltam acima da influência do Espírito, colhem uma messe de iniquidade. … As advertências têm sobre elas cada vez menos poder. Perdem gradualmente seu temor a Deus. Semeiam para a carne; colherão corrupção. A messe da semente que semearam está amadurecendo. Seu coração de carne torna-se um coração de pedra. A resistência à verdade confirma-os na iniquidade. … Todos deveriam ser inteligentes acerca da força pela qual a alma é destruída. Não é por causa de algum decreto que Deus tenha emitido contra homens ou mulheres. Ele não os torna espiritualmente cegos. Deus dá luz e evidências suficientes para capacitá-los a distinguir a verdade do erro. Mas não os força a receber a verdade. Deixa-os livres para escolher o bem ou escolher o mal. Se as pessoas rejeitam evidências suficientes para guiá-las em seu juízo na direção correta e escolhem o mal uma vez, fá-lo-ão mais prontamente na segunda vez. Na terceira, afastar-se-ão de Deus ainda mais ansiosamente e escolherão permanecer ao lado de Satanás. E nesse curso continuarão até serem confirmadas no mal e crerem na mentira que acalentaram como verdade. Manuscrito 126, 1901 – Sermons and Talks, vol. 2, págs. 183 e 184.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 2002 - Cristo Triunfante, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s