Os Ricos Tesouros da Graça

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

13 de janeiro – Pág. 24 – Os Ricos Tesouros da Graça

E te alegrarás por todo o bem que o Senhor, teu Deus, te tem dado a ti e a tua casa, tu, e o levita, e o estrangeiro que está no meio de ti. Deuteronômio 26:11.

Devem ser dadas a Deus ações de graças e louvores pelas bênçãos temporais e por quaisquer confortos que nos conceda. A vontade de Deus é que toda família que Ele está preparando para morar nas eternas mansões de cima Lhe deem glória pelos preciosos tesouros de Sua graça. Fossem as crianças, na vida doméstica, educadas e exercitadas a ser gratas ao Doador de toda boa dádiva, e veríamos um elemento de graça celeste manifestar-se em nossas famílias. Ver-se-ia na vida do lar a satisfação e, saindo de lares assim, a juventude levaria consigo um espírito de respeito e reverência para as salas de aula e para a igreja. Haveria assistência ao santuário onde Deus Se encontra com Seu povo, reverência por todas as ordenanças de Seu culto e grato louvor e ações de graças ascenderiam por todos os dons de Sua providência. …

Toda bênção temporal seria recebida com reconhecimento, e toda bênção espiritual se tornaria duplamente preciosa em virtude da percepção de cada membro da família haver sido santificado pela Palavra da verdade. O Senhor Jesus está muito perto dos que assim apreciam os dons preciosos que nos faz, atribuindo todas as suas boas coisas ao Deus benévolo, amorável e cheio de cuidado, e reconhecendo nEle a grande Fonte de todo conforto e consolação, sim, a Fonte inesgotável de graça. Manuscrito 67, 1907.

Se déssemos mais expressão a nossa fé, nos regozijássemos mais nos benefícios que reconhecemos possuir – a grande misericórdia e o amor de Deus – teríamos mais fé e maior alegria. Língua alguma pode exprimir, nenhuma mente humana conceber os benefícios que provêm de apreciar a bondade e o amor de Deus. Mesmo na Terra podemos ter alegria como uma fonte inesgotável, porquanto se nutre das correntes que procedem do trono de Deus. Review and Herald, 2 de julho de 1910.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s