Depósitos no Banco do Céu

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

20 de março – Pág. 76 – Depósitos no Banco do Céu

A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. Tiago 1:27.

A terna simpatia de nosso Salvador foi despertada em favor da humanidade caída e sofredora. Se quereis ser Seus seguidores, precisais cultivar compaixão e simpatia. … As viúvas, os órfãos, os doentes e os que estão a perecer, sempre necessitam ajuda. Aqui está uma oportunidade de proclamar o evangelho – exaltar Jesus, a esperança e consolação de todos os homens. Quando o sofrimento do corpo foi aliviado, e mostrastes ardente interesse pelos afligidos, o coração é aberto, e podeis derramar aí o bálsamo celestial. Beneficência Social, pág. 26.

Um grupo de crentes pode ser pobre, sem instrução, desconhecido; todavia, estando em Cristo, podem fazer no lar, na vizinhança, na igreja, e mesmo nas regiões distantes, uma obra cujos resultados serão de alcance eterno. É porque essa obra é negligenciada, que tantos jovens discípulos nunca avançam além do simples alfabeto da experiência cristã. A luz que resplandeceu em seu próprio coração quando Jesus lhes disse: “Perdoados te são os teus pecados” (Mateus 9:2), devem conservar viva mediante o auxílio prestado a outros em necessidade. A irrequieta energia, tantas vezes fonte de perigo para os jovens, poderia ser encaminhada de maneira que fluísse em correntes de bênção. O Desejado de Todas as Nações, págs. 640 e 641.

As horas tantas vezes gastas em divertimentos que não refrigeram nem o corpo e nem a alma devem ser despendidas em … procurar ajudar alguém que esteja em necessidade. Beneficência Social, pág. 76.

Cada oportunidade de ajudar um irmão necessitado, ou auxiliar a causa de Deus na disseminação da verdade, é uma pérola que podeis de antemão enviar e pôr em depósito no banco celeste, para ser guardada em segurança. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 404.

O amor, a cortesia e a renúncia jamais se perdem. Quando os escolhidos de Deus forem transformados da mortalidade para a imortalidade, suas palavras e atos de bondade se tornarão manifestos, e serão conservados pelos séculos eternos. …

Mediante os méritos de imputada justiça de Cristo, a fragrância de tais palavras e atos será para sempre conservada. Filhos e Filhas de Deus, pág. 270 (Meditação Matinal de 20/09/1956).

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s