Amar a Cristo

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

5 de abril – Pág. 90 – Amar a Cristo

Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os Céus. Hebreus 7:26.

O caráter de Cristo foi sem precedentes na excelência, abrangendo tudo quanto é puro, verdadeiro, amável e de boa fama. Não temos conhecimento de que Ele jamais visitasse uma reunião de prazer, ou um salão de dança, e todavia era a perfeição da graça e de cortesia. Cristo não era um inexperiente; distinguia-Se pelas elevadas faculdades intelectuais que possuía mesmo no alvorecer da vida. Sua juventude não foi desperdiçada em indolência, tampouco em prazeres sensuais, em satisfação própria, ou dispersivamente em coisas sem proveito. Nenhuma hora Sua, desde a meninice à varonilidade, foi mal empregada ou dissipada. …

Jesus foi impecável e não experimentou temor das conseqüências do pecado. Com esta exceção, Sua condição foi igual à nossa. Não tendes uma dificuldade que não O afligisse com igual força nem uma dor que Seu coração não haja experimentado. Seus sentimentos podiam ser ofendidos pela negligência ou a indiferença de professos amigos, da mesma maneira que os vossos. Há espinhos em vosso trilho? O de Cristo os possuía dez vezes mais. Achai-vos aflitos? Assim Se sentia Ele. Quão apto estava Cristo para nos servir de exemplo! …

O registro inspirado diz a Seu respeito: “E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens” (Lucas 2:52). À medida que crescia em anos, aumentava em conhecimento. Vivia de modo temperante; Suas horas preciosas não eram gastas em prazeres prejudiciais. Possuía um corpo verdadeiramente saudável, e efetivas faculdades mentais. As faculdades físicas e mentais podiam expandir-se e desenvolver-se como as vossas ou as de quaisquer outros jovens. A Palavra de Deus era Seu estudo, como deve ser o vosso.

Tomai a Cristo como vosso padrão. Imitai-Lhe a vida. Amai-Lhe o caráter. Andai como Cristo andou. Nova fonte será comunicada às vossas faculdades intelectuais, mais vasta amplidão aos vossos pensamentos, quando puserdes as próprias faculdades em contato com as coisas eternas que são intrinsecamente grandes e grandiosas. Carta 17, 1878.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s