Vida de Fortaleza

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

12 de maio – Pág. 122 – Vida de Fortaleza

É necessário que façamos as obras dAquele que Me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. João 9:4.

A vida cristã não consiste apenas em exercício de mansidão, paciência, humildade e bondade. Alguém pode possuir esses amáveis traços, e não obstante ser sem fibra, sem espírito, e quase inútil quando o trabalho se torna duro. Tais pessoas carecem de positividade e energia, de solidez e resistência de caráter, o que as habilitaria a resistir ao mal, e delas faria uma força na causa de Deus.

Jesus foi nosso exemplo em tudo, e foi um diligente e constante obreiro. Começou a vida de utilidade desde a infância. Na idade de doze anos tratava dos negócios de Seu Pai (Lucas 2:49). Entre as idades de doze e trinta, antes de entrar em Seu ministério público, levou uma vida de ativo trabalho. Em Seu ministério, Jesus nunca estava ocioso. Disse: “Convém que Eu faça as obras dAquele que Me enviou” (João 9:4). … Os sofredores que foram ter com Ele não foram mandados embora sem receber alívio. Ele estava relacionado com cada coração e sabia a maneira de atender-lhes as necessidades. Caíam de Seus lábios amoráveis palavras de conforto, animação e bênção; e os grandes princípios do reino do Céu eram expostos a grandes multidões em palavras tão simples que todos as compreendiam.

Jesus era um silencioso e abnegado obreiro. Não buscava fama, riquezas, ou aplausos; nem consultava a própria comodidade e prazer. … Não fugia das responsabilidades ou cuidados, como fazem muitos que professam ser Seus seguidores. …

Os direitos de Jesus a nosso serviço são novos a cada dia. Por mais completa que tenha sido nossa consagração quando nos convertemos, de nada nos valerá a menos que a renovemos dia a dia; mas uma consagração que abrange o presente é nova, genuína e aceitável a Deus. Não temos semanas e meses para Lhe depor aos pés; não nos pertence o amanhã, pois o não recebemos ainda; hoje, porém, podemos trabalhar para Jesus. Hoje, podemos expor perante Ele nossos planos e desígnios, para que os examine e aprove. … Este é o dia de Deus, e vós sois Seus servos assalariados. Review and Herald, 6 de janeiro de 1885.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s