No Mundo, mas não do Mundo

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

21 de setembro – Pág. 249 – No Mundo, mas não do Mundo

Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:4.

O grande dia do Senhor está perto, às portas. Quando Cristo aparecer nas nuvens do céu, os que não O buscaram de todo o coração, os que se deixaram enganar, certamente perecerão. Nossa única segurança encontra-se no arrependimento e na conversão, e no cancelamento dos pecados. Os que agora buscarem fervorosamente ao Senhor, humilhando o coração diante dEle e abandonando seus pecados, irão, mediante a santificação pela verdade, ser habilitados a unir-se com os membros da família real, e verão o Rei em Sua formosura. …

Quaisquer que sejam as suas realizações educacionais, unicamente aquele que compreende sua responsabilidade para com Deus e que é guiado pelo Espírito Santo pode ser um mestre eficiente ou ser bem-sucedido em conquistar para Deus os que são postos sob sua influência. Deverão os que não atendem ao conselho divino ser reconhecidos como dirigentes nas instituições do Senhor? – Deus não permita! Como podemos considerar como guias seguros aos que manifestam um espírito de descrença, e que, em palavras e no caráter, deixam de revelar verdadeira piedade?

“Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos Céus” (Mateus 18:3).

O próprio eu precisa ser posto em sujeição ao jugo de Cristo. O grande Mestre convida todos a aprenderem dEle. … “O Filho do homem veio salvar o que estava perdido” (Mateus 18:11). Mas os que desejam ser salvos têm de estar dispostos a serem salvos da maneira designada pelo Senhor, e não de um modo que eles mesmos escolheram. A abundante graça de Deus é a única esperança do homem. Deus leva a sério a cada um de nós. …

Fomos chamados para ser o povo especial do Senhor num sentido muito mais elevado do que muitos têm concebido. O mundo jaz em iniquidade, e o povo de Deus deve sair do mundo e separar-se. Eles devem estar livres de costumes e hábitos mundanos. Não devem condescender com sentimentos mundanos, mas distinguir-se como o povo peculiar do Senhor, diligente em todo o seu serviço. Não devem ter comunhão alguma com as obras das trevas. Carta 280, 1906.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s