Os Justificados Andam na Luz

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

7 de novembro – Pág. 296 – Os Justificados Andam na Luz

A quem Deus propôs [Jesus Cristo], no Seu sangue, como propiciação, mediante a fé. … Tendo em vista a manifestação da Sua justiça no tempo presente, para Ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus. Romanos 3:25 e 26.

“Sendo justificados gratuitamente, por Sua graça”, diz o apóstolo Paulo, “mediante a redenção que há em Cristo Jesus; a quem Deus propôs, no Seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a Sua justiça, por ter Deus, na Sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da Sua justiça no tempo presente, para Ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus” (Romanos 3:24-26).

Aqui a verdade é exposta em termos claros. Essa misericórdia e bondade são totalmente imerecidas. A graça de Cristo é gratuita para justificar o pecador, sem qualquer mérito ou exigência de sua parte. Justificação é o perdão total do pecado. No momento em que o pecador aceita a Cristo pela fé, ele é perdoado. A justiça de Cristo lhe é imputada, e ele não mais deve duvidar da graça perdoadora de Deus.

Nada há na fé que a torne nossa salvadora. A fé não pode remover nossa culpa. Cristo é o poder de Deus para salvar a todo aquele que crê. A justificação se dá através dos méritos de Jesus Cristo. Ele pagou o preço da redenção do pecador. Entretanto, unicamente pela fé em Seu sangue é que Jesus pode justificar o crente.

O pecador não pode depender de suas próprias boas obras como meio de justificação. Ele precisa chegar ao ponto de renunciar a todo o seu pecado e seguir uma medida de luz após a outra, ao ela iluminar o seu caminho. Ele simplesmente se apega pela fé à provisão gratuita e ampla feita pelo sangue de Cristo. Crê nas promessas de Deus, que através de Cristo significam para ele santificação e justificação e redenção.

Se seguir a Jesus, ele andará humildemente na luz, regozijando-se nela e difundindo-a aos outros. Sendo justificado pela fé, ele sente satisfação em sua obediência, em toda a sua vida. Paz com Deus é o resultado do que Cristo é para ele. As pessoas que se submetem a Deus, que O honram, e que são praticantes da Sua Palavra, receberão esclarecimento divino. Na preciosa Palavra de Deus há pureza, elevação e beleza, as quais as faculdades superiores do homem não poderão alcançar a menos que seja auxiliado por Deus. …

Ninguém será justificado, mesmo sob qualquer tipo de provação, por permitir que nosso apego a Deus se torne frouxo. Embora a piedade humana possa falhar, Deus ainda ama e Se compadece, e estende Sua mão ajudadora. Os eternos braços de Deus envolvem a pessoa que se volta para Ele em busca de auxílio. … Deus aprecia que Seus filhos Lho peçam, e que confiem que fará por eles o que não podem fazer por si próprios. Signs of the Times, 19 de maio de 1898.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s