O Pecador Arrependido Aceito em Cristo

Meditação Matinal de Ellen White – O Cuidado de Deus, 1995.

6 de novembro – Pág. 295 – O Pecador Arrependido Aceito em Cristo

Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo Céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus. Hebreus 9:24.

Cristo é nosso sacrifício, nosso substituto, nosso fiador, nosso divino intercessor; Ele conquistou para nós justiça, santificação e redenção. “Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo Céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus” (Hebreus 9:24).

A intercessão de Cristo em nosso favor é a de apresentar os Seus méritos divinos no oferecimento de Si mesmo ao Pai, como nosso substituto e fiador, pois ascendeu às alturas para fazer expiação por nossas transgressões. … “Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que Ele nos amou e enviou o Seu Filho como propiciação pelos nossos pecados” (1João 4:10). “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25).

Com base nesses textos, é evidente que não é da vontade de Deus que sejamos desconfiados e nos torturemos com o temor de que Deus não nos aceitará pelo fato de sermos pecaminosos e indignos. … Apresentemos nosso caso perante Ele, reivindicando os méritos do sangue derramado por nós na cruz do Calvário. Satanás nos acusará como sendo grandes pecadores, e precisamos admitir isto, mas cada um pode dizer: “Eu sei que sou um pecador, e esta é a razão por que necessito de um Salvador. Jesus veio ao mundo para salvar pecadores. ‘O sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado’ (1João 1:7). … Não tenho qualquer mérito ou bondade pelo qual possa requerer salvação, mas apresento perante Deus o sangue expiatório do Cordeiro imaculado de Deus, que tira o pecado do mundo. Este é o meu único argumento. O nome de Jesus me dá acesso ao Pai. Seus ouvidos e Seu coração estão atentos à minha mais débil súplica, e Ele supre minhas necessidades mais prementes”. …

É a justiça de Cristo que torna o pecador penitente aceitável a Deus e realiza sua justificação. Por mais pecaminosa que tenha sido sua vida, se ele crê em Jesus como seu Salvador pessoal, ele se coloca diante de Deus nas imaculadas vestes da justiça imputada de Cristo.

O pecador assim morto em transgressões e pecados é vivificado pela fé em Cristo. Ele percebe pela fé que Jesus é seu Salvador, e vivo para sempre, e pode salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus. Na expiação por ele feita, o crente vê tanta largura, e comprimento, e altura, e profundidade de eficácia – vê que a sua salvação, comprada por infinito preço, é tão plena, que seu coração se enche de louvor e ações de graças. Signs of the Times, 4 de julho de 1892.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1995 - O Cuidado de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s