Avaliação de uma Ovelha Perdida

Meditação Matinal de Ellen White – Exaltai-O, 1992.

12 de julho – Pág. 208 – Avaliação de uma Ovelha Perdida

Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que Ele nos amou. 1João 4:10.

Os fariseus diziam que, se Jesus fosse um profeta verdadeiro, estaria em harmonia com eles, expressaria seus preceitos e máximas, e trataria os desditosos publicanos e pecadores como eles os tratavam. Ao dar Seu Filho para morrer pelos pecados do mundo, o Senhor Deus tornou evidente qual era o valor que atribuía aos homens; pois dando Jesus ao mundo, Ele deu a melhor dádiva do Céu. Por esse dispendioso sacrifício é requerida a mais profunda gratidão de todo ser humano. Seja qual for a nação, tribo ou língua, quer o homem seja branco ou preto, ele ainda é portador da imagem de Deus, e “o adequado estudo da humanidade é o homem”, em vista do fato de que constitui a aquisição do sangue de Cristo. Mostrar desprezo, manifestar ódio para com qualquer nação é revelar características de Satanás.

Deus fez Sua avaliação do homem ao dar Jesus para uma vida de humilhação, pobreza e abnegação, para desprezo, rejeição e morte, a fim de que o homem, Sua ovelha perdida, pudesse ser salvo. É notável, portanto, que todo o Céu esteja interessado no resgate do homem? É um fato maravilhoso que dez mil vezes dez mil, e milhares e milhares de anjos se ocupem em subir e descer pela escada mística para ajudar os que hão de herdar a salvação? Os anjos não vêm à Terra para denunciar e destruir, para governar e para exigir homenagem, mas são mensageiros de misericórdia para cooperar com o Capitão do exército do Senhor, para cooperar com os instrumentos humanos que sairão para buscar e salvar as ovelhas perdidas. Anjos são enviados para acampar-se ao redor dos que temem e amam a Deus.

A simpatia de todo o Céu é suscitada em favor da ovelha que vagueia longe do aprisco. Se os fariseus, ao invés de unir-se com o adversário de Deus e do homem, estivessem trabalhando em harmonia com Deus, eles não teriam sido encontrados desprezando a aquisição do sangue de Cristo. Quando as ilusões de Satanás são removidas das mentes humanas, quando o pecador olha para o Calvário e vê o dispendioso sacrifício que foi feito para salvar uma raça apóstata e arruinada, ele contempla o amor de Deus e fica profundamente comovido, e torna-se penitente. “Nisto consiste o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que Ele nos amou”.

Oh, se compreendêssemos o amor de Deus e nos compenetrássemos, ainda que de leve, da compaixão manifestada ao homem caído! Como haveríamos de olhar e viver! Contemplando a Cristo, o homem se converte, e é transformado no caráter, de glória em glória. Inicia-se o conflito entre a luz e as trevas. Olhe, pobre pecador, representado pela ovelha perdida procurada pelo pastor, olhe para a cruz!… No pobre cego cuja visão foi restaurada pelo Pastor compassivo estava alguém que os presunçosos fariseus só consideravam digno de… aversão. Signs of the Times, 20 de novembro de 1893.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1992 - Exaltai-O, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s