A Derradeira Noite

Meditação Matinal de Ellen White – Vidas Que Falam, 1971.

16 de fevereiro – Pág. 53 – A Derradeira Noite

E, reduzindo a cinzas as cidades de Sodoma e Gomorra, ordenou-as à ruína completa, tendo-as posto como exemplo a quantos venham a viver impiamente. 2Pedro 2:6.

As chamas que consumiram as cidades da planície derramaram sua luz de advertência, até mesmo aos nossos tempos. É-nos ensinada a lição terrível e solene de que, ao mesmo tempo em que a misericórdia de Deus suporta longamente o transgressor, há um limite além do qual os homens não podem ir no pecado. Quando é atingido aquele limite, os oferecimentos de misericórdia são retirados, e inicia-se o ministério do juízo.

O Redentor do mundo declara que há maiores pecados do que aqueles pelos quais Sodoma e Gomorra foram destruídas. Aqueles que ouvem o convite do evangelho chamando os pecadores ao arrependimento, e não o atendem, são mais culpados perante Deus do que o foram os moradores do vale de Sidim. E ainda maior pecado é o daqueles que professam conhecer a Deus e guardar os Seus mandamentos, e contudo negam a Cristo em seu caráter e vida diária. À luz da advertência do Salvador, a sorte de Sodoma é um aviso solene… a todos que têm em pouca conta a luz e privilégios enviados pelo Céu. Patriarcas e Profetas, págs. 162 e 165.

Os juízos de Deus dentro em breve serão derramados sobre a Terra. “Escapa-te por tua vida” (Gênesis 19:17), eis a advertência dos anjos de Deus. Outras vozes se ouvem, dizendo: “Não vos impressioneis; não existe motivo para alarma especial.” Os que, em Sião, se acham à vontade, clamam: “Paz e segurança!” (1Tessalonicenses 5:3) enquanto o Céu declara que está para vir sobre os transgressores rápida destruição. Os jovens, os frívolos, os amantes de prazeres, consideram essas advertências como fábulas vãs, e lhes volvem costas com um gracejo. Os pais inclinam-se a pensar que seus filhos vão muito bem, e todos continuam deixando o tempo. Assim foi ao ser destruído o mundo antigo, e quando Sodoma e Gomorra foram destruídas pelo fogo. Na véspera de sua destruição, as cidades da planície tumultuavam em prazeres. Ló foi ridicularizado por seus temores e advertências. Mas foram aqueles escarnecedores que pereceram nas chamas. Naquela mesma noite a porta da misericórdia foi para sempre cerrada para os ímpios, descuidosos habitantes de Sodoma. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 75.

A mesma voz que advertiu a Ló de que devia abandonar Sodoma, ordena-nos: “Saí do meio deles, e apartai-vos, … e não toqueis nada imundo” (2Coríntios 6:17). Os que obedecem a esta advertência encontrarão um refúgio. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 354.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1971 - Vidas Que Falam, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s