Nenhuma Desculpa Necessária

Meditação Matinal de Ellen White – Vidas Que Falam, 1971.

21 de maio – Pág. 147 – Nenhuma Desculpa Necessária

E ele lhes disse: O Senhor é testemunha contra vós outros, e o Seu ungido é, hoje, testemunha de que nada tendes achado nas minhas mãos. 1Samuel 12:5.

O desejo não satisfeito de poder mundano e de ostentação é tão difícil de sanar hoje como o era nos dias de Samuel. Os cristãos procuram edificar como os mundanos edificam, vestir como vestem os mundanos – na imitação dos costumes daqueles que adoram apenas o deus deste século. As instruções da Palavra de Deus, os conselhos e reprovações de Seus servos, e até mesmo as advertências enviadas diretamente do trono, parecem destituídas de poder para subjugar esta ambição indigna. Quando o coração está alienado de Deus, qualquer pretexto praticamente basta para justificar a desconsideração de Sua autoridade. …

Os homens mais prestativos são raramente apreciados. Os que trabalham mais ativa e altruisticamente pelos semelhantes, e que se têm mostrado instrumentos na obtenção de maiores resultados, são muitas vezes recompensados com ingratidão e negligência. Quando tais pessoas se vêem postas de lado, quando seus conselhos são repelidos, desprezados, elas podem sentir que estão sendo vítimas de grande injustiça. Mas aprendam pelo exemplo de Samuel a não se justificarem a si mesmas nem a se vingarem, a menos que o Espírito de Deus, da maneira mais evidente, conduza a tal comportamento. …

A honra creditada àquele que está concluindo sua tarefa é muito mais preciosa do que aplausos e congratulações que recebem os que estão apenas começando, e nem foram ainda testados. …

Quantos que ao se aposentarem numa posição de responsabilidade como juízes podem dizer com respeito a sua pureza: Quem dentre vós me convencerá de pecado? Quem pode provar que eu me afastei do direito para receber propinas? Jamais manchei o meu registro como homem que tem por ofício julgar e fazer justiça. Quem pode dizer hoje o que Samuel disse quando foi posto de lado em Israel porque eles estavam decididos a ter um rei? … Bravo, nobre, juiz! Mas é triste que um homem de tal integridade e retidão tenha de humilhar-se e fazer sua própria defesa. Comentário Bíblico Adventista, vol. 2, págs. 1119 e 1120. Veja o comentário da Lição da Escola Sabatina para hoje clique aqui.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1971 - Vidas Que Falam, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s