Amor Mal Aplicado

Meditação Matinal de Ellen White – Vidas Que Falam, 1971.

6 de abril – Pág. 102 – Amor Mal Aplicado

E lhes enviou Moisés, seu servo, e Arão, a quem escolhera. Salmos 105:26.

Arão era homem de amável disposição, e a ele Deus escolhera para estar com Moisés e falar por ele. … Deus podia ter escolhido Arão como líder; mas Aquele que conhece os corações, que compreende o caráter, sabia que Arão era inseguro e lhe faltava coragem moral para persistir na defesa do direito sob quaisquer circunstâncias, fossem quais fossem as consequências. O desejo de Arão de ganhar a boa vontade do povo algumas vezes levou-o a cometer graves erros. … A mesma falta de firmeza ao lado do direito em sua família resultou na morte de dois de seus filhos. … Nadabe e Abiú deixaram de mostrar reverência pela ordem de Deus no que dizia respeito ao fogo que deveria ser posto nos incensários com o incenso perante Ele. …

Aqui se vê o resultado de uma disciplina frouxa. Como os filhos de Arão não tivessem sido educados no respeito e reverência para com as ordens de seu pai, porque desrespeitavam a autoridade paterna, não compreendiam a necessidade de seguir de maneira explícita as determinações divinas. … Contrariando as indicações expressas de Deus, eles O desonraram oferecendo fogo comum em lugar de fogo santo. Deus os visitou com Sua ira; saiu fogo de Sua presença e os destruiu.

Arão suportou sua severa aflição com paciência e humilde submissão. Pesar e profunda agonia lhe amarguraram a alma. Ele foi convencido de haver negligenciado o dever. Era sacerdote do Altíssimo, a fim de fazer expiação pelos pecados do povo. Era sacerdote de sua casa, e contudo tinha sido inclinado a deixar passar por alto a insensatez de seus filhos. Havia negligenciado o dever de dirigi-los e educá-los na obediência, abnegação, e na reverência para com a autoridade paterna. Mediante sentimentos de condescendência mal aplicada, deixou de moldar-lhes o caráter com alta reverência pelas coisas eternas. Arão não viu – não mais do que veem muitos pais cristãos agora – que seu amor mal aplicado e sua indulgência para com os seus filhos naquilo que estava errado, preparavam-os para o desagrado certo de Deus. Suas demonstrações de bondade, sem o firme exercício da correção paterna, e sua imprudente amabilidade para com os filhos eram extrema crueldade. Testemunhos Para a Igreja, vol. 3, págs. 293-295.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1971 - Vidas Que Falam, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Amor Mal Aplicado

  1. No texto acima é usada a expressão “Deus os visitou com Sua ira; saiu fogo de Sua presença e os destruiu“.
    Se ampliarmos o contexto de “ira de Deus” e de “destruição“, veremos que não se trata de um ato arbitrário do Senhor, como se Ele fosse um Deus cruel e vingativo. Longe disso!
    Deus tem agido com justiça e misericórdia em favor do pecador, mas quando este se coloca numa posição distante dos caminhos do Senhor, a misericórdia deixa de pleitear em seu favor, restando-lhe apenas a justiça – justiça essa que, para o arrependido, para o que deixa a transgressão, para o que suplica o perdão, é encontrada em Cristo Jesus.
    Isso mesmo! O perdoado mostra, em juízo, a justiça de Cristo. O pecador contumaz, por sua vez, vai sozinho para o acerto de contas – e, nesse caso, é consumido pelo santo fogo da presença de Deus.
    As experiências de Nadabe e Abiú, de Acã, de Sodoma e Gomorra, do dilúvio, e da destruição de Jerusalém no ano 70, e outras mais, são exemplos do que significa ser chamado à juízo carregando pecados. Foi dado oportunidade para que lançassem seus fardos e pecados na conta de Jesus, mas preferiram carregá-los sozinhos.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s