Reivindicada a Honra de Jeová

Meditação Matinal de Ellen White – Vidas Que Falam, 1971.

21 de agosto – Pág. 239 – Reivindicada a Honra de Jeová

Com ele está o braço de carne, mas conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras. O povo cobrou ânimo com as palavras de Ezequias, rei de Judá. 2Crônicas 32:8.

Ezequias, nos primeiros anos do seu reinado, continuou a pagar tributo à Assíria, em harmonia com o que Acaz havia concordado. Entrementes o rei havia tomado “conselho com os seus príncipes e os seus varões”, e haviam feito tudo que era possível para a defesa de seu reino. …

A crise tão longamente esperada veio afinal. As forças da Assíria, avançando de triunfo em triunfo, apareceram na Judeia. … A única esperança de Judá estava agora posta em Deus. Todo possível auxílio do Egito havia sido cortado, e nação alguma havia próximo para estender uma mão amiga. … Senaqueribe escreveu “cartas, para blasfemar do Senhor Deus de Israel, e para falar contra Ele dizendo: Assim como os deuses das nações das terras não livraram o seu povo da minha mão, assim também o Deus de Ezequias não livrará o Seu povo da minha mão” (2Crônicas 32:17). …

Quando o rei de Judá recebeu as insultuosas cartas, levou-as ao templo, e “as estendeu perante o Senhor” (2Reis 19:14), e orou com forte fé pelo auxílio do Céu, para que as nações da Terra soubessem que o Deus dos hebreus ainda vivia e reinava. A honra de Jeová estava em jogo; Ele somente poderia trazer livramento. …

Ezequias não foi deixado sem esperança. Isaías mandou-lhe dizer: “Assim diz o Senhor Deus de Israel: O que Me pediste acerca de Senaqueribe, rei da Assíria, Eu o ouvi” (2Reis 19:20). … Nessa mesma noite veio o livramento. “Saiu o anjo do Senhor, e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil deles” (2Reis 19:35). …

O Deus dos hebreus havia prevalecido sobre a orgulhosa Assíria. A honra de Jeová foi vindicada aos olhos das nações vizinhas. Em Jerusalém o coração do povo estava cheio de santo regozijo. Seus ferventes pedidos de livramento tinham sido misturados com confissão de pecado e com muitas lágrimas. Em sua grande necessidade eles haviam confiado inteiramente no poder de Deus para salvar, e Ele não lhes havia faltado. Profetas e Reis, págs. 350, 352, 355, 359, 361 e 362. Veja o comentário da Lição da Escola Sabatina para hoje – clique aqui.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1971 - Vidas Que Falam, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s