95 Teses Sobre Justificação Pela Fé, PECADO – TESE 11

Pecado (no singular) – o viver longe de Deus, resulta em pecados (no plural) – praticar coisas erradas.

Há uma diferença entre pecado, no singular, viver longe de Deus, e pecados no plural, fazer coisas erradas. O viver separado de Deus é a base do pecado; as más ações que muitas vezes denominamos pecado são somente o resultado de nossa condição pecaminosa.

Às vezes vemos a coisa ao invés. Pensamos que fazer coisas erradas é o que nos separa de Deus. Mas a verdade é que separação de Deus é que nos leva a fazer coisas erradas. Pecado, singular, conduz a pecados, plural.

Consideremos Salomão. Evidentemente ele começou sua regência com coração em perfeita sintonia com Deus. Mas, ao se passarem os anos, deu-se uma mudança. “Sendo já velho, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era de todo fiel para com o Senhor seu Deus, como fora o de Davi, seu pai” (1Reis 11:4).

Que aconteceu com Salomão? Começou ele a fazer coisas erradas, e persistiu em praticá-las até que seu coração não mais era perfeito? Não, foi exatamente o contrário. Essa descrição de sua decadência é encontrada no Comentário Bíblico Adventista, vol. 2, pág. 1141: “Todos os pecados e excessos de Salomão podem ser acompanhados até a origem de seu grande erro em cessar de depender de Deus para obter sabedoria, e andar em humildade perante Ele“.

O mesmo foi verdade quanto a Eva. Alguns têm pensado que ela caiu porque comeu o fruto – quando o certo é que ela comeu o fruto porque havia caído. A certa altura, antes que ela estendesse a mão para apanhar o fruto, tinha chegado a desconfiar de Deus e a depender dela somente. A ação que se seguiu foi somente o resultado.

Pode levar tempo para alguém que esteja vivendo separado de Deus chegar à condição de cometer pecado aberto. Levou tempo para Salomão. Pode também levar tempo para alguém que esteja buscando a Deus, e um relacionamento com Ele, experimentar vitória ininterrupta. É possível estar buscando a Deus e ainda estar crescendo em termos de comportamento. Mas, no final, a condição do coração para com Deus é o fator decisivo para a vida exterior, tanto quanto para a interior.

Se o pecado (viver a vida longe de Deus) é a causa dos pecados (fazer coisas erradas), então de onde derivam os pecados quando estamos buscando um relacionamento com Deus dia após dia?”

O Desejado de Todas as Nações, pág. 668, responde a essa pergunta numa sentença: “Quando conhecermos a Deus como nos é dado o privilégio de O conhecer, nossa vida será de contínua obediência“.

Mesmo quando O estamos buscando dia após dia, podemos ainda não conhecê-Lo como é nosso privilégio fazê-lo. Assim, pode haver ocasiões em que desviemos dEle os olhos por um momento. Pode haver ocasiões em que deixemos de depender dEle e confiemos em nós próprios novamente. E quando o fizermos, falharemos. Mas ao prosseguirmos em busca dEle, Ele nos conduzirá, a ponto de nEle confiarmos por todo o tempo, de modo a que nosso comportamento também seja correto. (Próximo capítulo – clique aqui)

Retorno ao Índice Geral – clique aqui.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 95 Teses Sobre Justificação Pela Fé, Morris Venden e marcado , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s