Não Escolhemos Poucos, Mas Muitos Amigos

Meditação Matinal de Ellen White – Filhos e Filhas de Deus, 1956 e 2005.

8 de junho – Pág. 166 – Não Escolhemos Poucos, Mas Muitos Amigos

Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão. Provérbios 17:17.

A simpatia é boa, quando prudentemente dispensada, mas precisa ser dada com o conhecimento de que o objeto merece simpatia. Que diremos acerca de receber advertência e conselho? “Pleiteia a tua causa com o teu próximo mesmo e não descubras o segredo de outro; para que não te desonre o que o ouvir. … Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo. Como pendentes de ouro e gargantilhas de ouro fino, assim é o sábio repreensor para o ouvido ouvinte” (Provérbios 25:9-12). Quando nos podemos associar para ajudar uns aos outros na carreira para o Céu, quando a conversa é sobre assuntos divinos e celestes, então vale a pena falar; mas quando a conversa se centraliza no eu e em temas terrenos e sem importância, o silêncio é ouro. O ouvido obediente receberá a reprovação com humildade, paciência e docilidade. Somente então se demonstra benéfica nossa comunicação uns com os outros, e cumpre tudo quanto é da vontade de Deus. Quando ambos os aspectos da instrução divina são atendidos, o sábio repreensor cumpre seu dever, e o ouvido obediente escuta para um fim, e é beneficiado. Carta 52, 1893.

Toda relação que formamos, embora limitada, exerce alguma influência sobre nós. O grau a que cedemos a essa influência será determinado pelo grau de intimidade, a constância do convívio, e nosso amor e respeito para com a pessoa com quem nos associamos. Signs of the Times, 7 de dezembro de 1882.

Vossa boa vontade, vossos atos abnegados, não serão para uns poucos favorecidos, mas para todos com quem vos associardes. Assim formareis amigos e afeições que são queridas e duradouras; vossos próprios atos se refletirão novamente sobre vós mesmos. The Youth’s Instructor, 10 de novembro de 1886.

Aonde quer que formos, devemos levar conosco Jesus, e revelar a outros que precioso é nosso Salvador. … Por meio das relações sociais, o cristianismo se põe em contato com o mundo. Todo o que recebeu divina iluminação, deve lançar luz sobre o caminho dos que não conhecem a Luz da vida. O Desejado de Todas as Nações, pág. 152.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1956 – Filhos e Filhas de Deus, 2005 – Filhos e Filhas de Deus, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s