As Promessas de Deus São Para Mim

Meditação Matinal de Ellen White – Minha Consagração Hoje, 1953 e 1989.

30 de novembro – Pág. 338 – As Promessas de Deus São Para Mim

Cantai ao Senhor, vós que sois Seus santos, e celebrai a memória da Sua santidade. Porque a Sua ira dura só um momento; no Seu favor está a vida; o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Salmos 30:4 e 5.

Apagar da Palavra as promessas de Deus seria como querer apagar o Sol no céu. Não haveria então nada para alegrar nossa experiência. Deus colocou as promessas em Sua Palavra para conduzir-nos à fé nEle. Nessas promessas Ele faz correr o véu da eternidade, desvendando-nos vislumbres da glória inexcedível e eterna que espera o vencedor. Repousemos, então, em Deus. Louvemo-Lo por nos dar uma tão gloriosa revelação de Seus propósitos.

Ao longo de todo o nosso caminho coloca Deus as flores da promessa para alegrar-nos a jornada. Mas muitos se recusam a ajuntar essas flores, escolhendo, pelo contrário, os espinhos e cardos. A cada passo reclamam e murmuram, quando podiam regozijar-se no Senhor por haver tornado tão agradável a estrada para o Céu.

Ao olharmos para as promessas de Deus, encontramos conforto e esperança, pois falam-nos as palavras do Ser Infinito. Para apreciarmos devidamente essas preciosas promessas devemos estudá-las com muito cuidado, examinando-as minuciosamente. Quanta alegria podemos trazer para nossa vida, quanta bondade ao nosso caráter, se apenas, nos apossarmos dessas promessas! Ao viajarmos em nossa viagem para cima, falemos das bênçãos recolhidas ao longo do caminho. Ao pensarmos nas mansões que Cristo nos está preparando, esqueçamo-nos das pequenas contrariedades com que dia a dia nos defrontamos. Procuremos respirar a atmosfera da pátria celestial para a qual caminhamos, e seremos pacificados e confortados. … Honremos a Deus entretecendo mais a Jesus e o Céu em nossa vida. The Youth’s Instructor, 23 de janeiro de 1902.

As infalíveis promessas de Deus nos manterão o coração em paz perfeita. Carta 27, 1886.

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em 1953 - Minha Consagração Hoje, 1989 - Minha Consagração Hoje, Ellen White, Meditação Matinal e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Escreva um comentário. Compartilhe sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.